One World Observatory (OWO)!

Hello!!

É com grande tristeza que digo que essa é a última postagem do blog… Desde a segunda-feira do dia 4 de Janeiro que coloco uma postagem toda semana aqui; hoje essa louca jornada dos relatos chega ao seu fim!

Para fechar esse ciclo com chave de ouro chamei mais uma vez para escrever aqui no blog uma das pessoas mais marcantes do meu intercâmbio: o Alex, que já apareceu em diversos relatos do blog ! (Para ler a outra postagem que ele escreveu, clique aqui!)

A postagem de hoje é sobre o One World Observatory (OWO), o prédio mais alto do ocidente e o principal do complexo World Trade Center. Como eu já havia visitado tanto o Empire State (clique aqui para ler) quanto o Rockfeller Center (clique aqui para ler) e havia visto a Big Apple de cima duas vezes, acabei preferindo não ir visitar o OWO. Assim, nesse dia o Alex foi visitá-lo com uma outra amiga nossa, a Simone!

O prédio, que está localizado no sul de Manhattan, havia sido recém inaugurado (no dia 29 de maio de 2015) quando o Alex e a Simone foram visitá-lo! Para chegar lá é só pegar o metrô e descer na estação World Trade Center; como a estação é nova e não tivemos a oportunidade de conhecê-la, não sabemos direito como ela funciona… Pelo o que pude entender quase todas as linhas que vão ao sul da cidade passam por ali!

Deixo aqui, a partir de agora, o relato do Alex!

Bom! Vamos lá!

Mais uma aventura na maravilhosa New York City! Nesse dia eu e a Simone fomos ao One World Observatory, é muito fácil de chegar! (Também, você consegue ver aquele monumento de longe!!). Hoje é bem mais fácil de ir até lá porque a estação de trem e metrô que está pronta te deixa na porta do edifício!

Como em qualquer ponto turístico, tem uma fila para comprar o ingresso para subir no prédio. A fila flui muito bem, não perdermos nem 10 minutos para comprar nossos ingressos. O ingresso custou 34 dólares; existem outros tipos de ingressos que você pode ver mais clicando aqui.

WhatsApp Image 2016-09-04 at 19.13.19

A entrada

Na hora de comprar decidimos comprar ingressos para o último horário da visitação, que é por volta das 22 horas. Decidimos ir nesse horário porque já havíamos visto NYC a luz do sol, só faltava vê-la durante a noite!

WhatsApp Image 2016-09-04 at 19.07.47

O horário chegou! Não sei se é por causa do horário mas foi tranquila nossa entrada, houve a revista de bolsas como em todo lugar e passamos o ingresso num leitor. O local é muito grande, mas sempre haverá um guarda que orienta para onde seguir.

O “tour” começa pelo subsolo do prédio que é realmente impressionante. Eles deixaram parte dos destroços do 11 de Setembro como sustentação desse novo edifício e cada ruína ou pedra tem uma mensagem muito emocionante juntamente com o nome das pessoas que faleceram.

No final do caminho no subsolo começam a se formar duas filas para pegar o elevador que vai até 104º andar. Esse elevador é outra coisa impressionante, é muito rápido e em 60 segundos você já está no topo! O interior do elevador é revestido de telas de LED que possuem a animação de elevador subindo, é incrível! Nessa subida gravei um vídeo que deixo para vocês assistirem…

Chegando ao topo e saindo do elevador existe uma salinha que te prepara uma surpresa… E QUE SURPRESA! Gravei essa parte da visita também!

Depois que sobem as telas, é uma experiência sem igual ver a linda NYC do topo! O local é um andar inteiro com visão 360 graus, revestido totalmente por vidros. É simplesmente uma visão perfeita da cidade; como pegamos o último horário estava tranquilo de andar e tirar milhares de fotos.

Há também no local uma área que conta a história de cada prédio que existe na cidade e uma área de conveniência.

Ao final da visita, o elevador desce rapidinho e você sai daquele lugar renovado depois de ter uma experiência maravilhosa!

E é assim que eu (e o Alex, é claro) nos despedimos… Muito obrigada por ter acompanhado o blog até aqui! E caso você seja novo, sinta-se a vontade para navegar!

Espero que tenha gostado da postagem! Continue acompanhando o blog pelo Facebook e não deixe de ler as outras postagens!

See you!! (I hope so!)

 

Talvez você goste também de:

Anúncios

Empire State Building e Times Square!

Hello!!

A postagem de hoje será sobre os maiores símbolos da Big Apple! O Empire State e a Times Square!

Começaremos com o Empire State. Com 381 metros de altura, o prédio é um dos mais icônicos da cidade e é um ponto de referência caso esteja perdido! Chegando de Tarrytown pela Grand Central é só seguir pela 5th Avenue até a 34th Street, mais ou menos 1 km de caminhada. A entrada do prédio para visitação é pela 5th Avenue.

DSC_0106

WhatsApp-Image-20160525 (10)WhatsApp-Image-20160525 (6)

 

O ingresso custou U$ 32,00 (julho/2015). Achei um pouco caro pela vista que o local oferece… Tentei apresentar o ID da EF para ver se ganhava algum desconto de estudante (já que nos informaram que conseguiríamos descontos em alguns locais) mas não obtive benefício algum.

Junto com o ingresso você recebe uma espécie de guia com informações sobre o prédio que possui uma foto MARAVILHOSA do Empire State!

 

Também é possível pegar um guia em áudio gratuitamente para ir ouvindo durante sua visita, é só deixar o passaporte como garantia. Pelo o que me lembro não havia em português, só em inglês e algumas outras línguas (o que é ótimo se, assim como eu, você foi pra estudar inglês)!!

Depois de esperar alguns minutos na fila do elevador, começamos a subir. A subida é bem rápida e quando chegamos no topo encontramos uma multidão de turistas… Havia acabado de chegar uma excursão enoooorme e tivemos que esperar o salão esvaziar pra começar a turistar!

A vista não é muito diferente da que se tem no Top of the Rock (clique aqui para ler sobre o Rockfeller). Entre os dois eu prefiro o Rockfeller, já que a delimitação lá é feita por vidros e isso não prejudica em nada a vista. No Empire State a contenção é feita com grades, o que prejudica um pouco a visão da cidade. Nas fotos abaixo eu coloquei a máquina fotográfica para fora das grades para tirar as fotos, que acabaram saindo muito boas!

(clique nas fotos para ampliar)

DSC_0124

Na foto ao lado é possível ver as grades… Como a vista é muito parecida com a do Rockfeller, hoje, se eu tivesse que escolher entre os dois, preferiria o Top of the Rock! O preço do ingresso é o mesmo e a vista, na minha opinião, é mais bonita!

O One World Trade Center também possuí um observatório. Como o prédio fica no extremo sul da ilha, a vista é bem diferente. Eu não visitei ele, mas quem visitou falou que é MUITO bom! (Se quiser saber um pouco mais sobre o OWTC, clique aqui)!

Caso você queira visitar os andares e os observatórios mais altos do prédio é necessário um ingresso um pouco mais caro. Caso queira saber mais sobre os outros ingressos, clique aqui.

A visita inteira desde entrar até sair durou mais ou menos 2 horas. O esquema pra descer é o mesmo que o esquema pra subir, tem que esperar numa fila… O prédio fica aberto das 8 da manhã até às 2 da madrugada! Dizem que ver o pôr do sol de lá de cima é maravilhoso!

Sem título1.pngSaindo do Empire State é possível chegar em menos de 20 minutos andando até a Times Square! São vários caminhos que levam até lá… Esse é um trajeto que vale a pena percorrer, pois é nesse ponto que está o coração da cidade! Empresários correndo de um lado para o outro, pessoas vendendo de tudo, fazendo desenhos… É uma infinidade de coisas acontecendo!

No caminho até a Times Square pudemos presenciar um fenômeno maravilhoso que ocorre somente algumas vezes por ano na cidade… O Manhattanhenge! É quando o sol se alinha com as ruas de Manhattan, parecendo “se pôr” no meio delas!

IMG-20150711-WA0008

É um fenômeno maravilhoso! Vale a pena pesquisar direitinho as datas em que ele irá ocorrer para não perder!

Logo depois continuamos andando… Estávamos na tão famosa Times Square! O encontro da 7th Avenue com a Broadway recebeu esse nome após ser durante muitos anos o ponto central dos escritórios do New York Times.

A primeira vez que cheguei lá não sabia para onde olhar! É tanta informação ao mesmo tempo que fica difícil saber o que é mais legal ver primeiro! Só tenha calma, segure bem os pertences (já que esse é um dos pontos com maior movimentação da cidade) e comece a rodar olhando para todos os lados! É simplesmente mágico! Só tome cuidado com o trânsito… Embora seja um ponto turístico, possuí carros circulando em suas ruas assim como em todas as outras! Presenciei diversas cenas de descuido dos turistas desavisados que saiam andando sem olhar para os lados!!

É bem difícil tirar fotos… Os turistas estão em toda parte! Nem mesmo erguendo bem o braço é possível tirar uma foto muito boa! Nesse dia eu estava com alguns argentinos com os quais fiz amizade lá na EF; enquanto estávamos olhando os luminosos letreiros, uma das várias mesinhas que ficam na calçada esvaziou… Não pensamos duas vezes: sentamos! Resolvemos ficar lá conversando, observando, admirando a Times Square até o anoitecer! Foi insano ver todo o movimento, os empresários, os turistas, o céu mudando de cor e a luz do local continuar igualzinha… Mesmo com o céu bem escuro o lugar fica tão iluminado por conta dos letreiros que parece ser dia!

Valeu muito a pena ficar lá sentada mesmo que fosse sem fazer nada, somente admirando! É uma experiência única na vida que eu recomendo fortemente!

Saindo da iluminada Times Square fomos até a Grand Central para voltar à Tarrytown. No caminho, nos deparamos com a típica iluminação do Empire State!

IMG-20150711-WA0012

Depois de um dia maravilhoso como esse só nos restou voltar e dormir, aguardando a aventura do dia seguinte! Espero que tenha gostado da postagem! Posts novos toda segunda-feira!

See you!!

 

Talvez você goste também de:

 

Como sobreviver em Manhattan – Tudo sobre a Big Apple!

Hello!!

No post de hoje darei algumas dicas de como sobreviver em Manhattan sendo um viajante de primeira viagem!

Antes de qualquer coisa, faça um estudo do local. Pegue um mapa de Manhattan e marque os pontos turísticos que deseja visitar e onde está localizado seu hotel (caso esteja hospedado na cidade). Tente entender como funcionam as numerações das ruas, o sistema de metrô e ônibus.

Uma ideia bem legal é baixar o aplicativo do Google Maps no seu celular e conectá-lo juntamente a uma conta do Google no seu computador; assim, você consegue marcar facilmente os pontos turísticos e visualizá-los no celular depois quando estiver viajando, além de ser possível simular trajetos! Isso me ajudou bastante, principalmente porque eu estava com um pacote de 3G no celular. Assim, eu conseguia acessar o mapa de qualquer lugar e decidir qual o próximo ponto turístico a ser visitado! (Clique aqui para ler a postagem sobre planejamento dos passeios!)

Entretanto, não confie totalmente no celular! No metrô, por exemplo, o sinal é baixo na maior parte dos trajetos, o que dificulta bastante o acesso à internet. É sempre bom carregar o mapa físico na mochila, como eu já havia citado no post sobre o Metrô de NY (clique aqui para ler).

Ok, aí você chega em Manhattan e está totalmente perdido. CALMA! É a sensação mais normal do mundo, principalmente se for num lugar em que você nunca esteve antes! Não tenha medo de parar no meio da rua, tirar o mapa da mochila ou consultar seu celular. Manhattan é um lugar super tranquilo, em momento algum vi pessoas queixando-se de roubo, pessoas correndo com mochilas na mão ou coisas assim mesmo quando estava em partes SUPER movimentadas da cidade, como Times Square ou Central Park; isso porque eu fui para lá em altíssima temporada e a cidade estava bem lotada! A NYPD (polícia de NY) possuí vários postos, como o da Times Square, e está circulando pelas ruas em qualquer lugar que você esteja de Manhattan. Além disso, os policiais da NYPD dão quaisquer informações que você precisar, já que é difícil perguntar alguma coisa aos novaiorquinos que estão sempre correndo!

Com New York sendo o “centro do mundo” e uma prévia visão brasileira de que a segurança não dá conta de lugares desse porte, temos a impressão de que NY é um local perigoso… Mas não! Diferentemente do Brasil,  Manhattan é super segura e o NYPD consegue lidar com o grande número de habitantes e turistas que circulam pela cidade. Claro que não é bom ficar marcando bobeira, evite andar com o celular e a máquina fotográfica nas mãos o tempo todo já que isso pode chamar a atenção (além de denunciar que você é claramente um turista).

Voltando um pouquinho, gostaria de falar um pouco mais sobre a divisão das ruas. Como já disse anteriormente, no começo é bem complicado entender a maneira como elas são divididas, mas depois de alguns dias torna-se algo super fácil!

1

Como é possível observar no mapa acima, a parte principal de Manhattan é totalmente regular. A não ser pela Broadway, praticamente todas as ruas seguem um padrão perpendicular. Quase todas as ruas são numeradas. As ruas horizontais crescem de baixo para cima e vão até o extremo norte da ilha. Já as verticais crescem da direita para a esquerda, porém a maioria delas possuí um nome… Mas não é errado chamar essas ruas pelo número, todos irão entender!

Algumas dessas ruas eu considero fundamentais como ponto de referência! A primeira é a 42 Street, é nela que se localiza a Grand Central Station; além do museu de cera Madame Tussauds, uma enorme estação de metrô que tem comunicação com a Times Square, a Carlo’s Bakery de Manhattan… E por aí vai! A partir dela é bem fácil de se localizar e saber para que lado ir tomando como referência o Empire State que, como você já deve saber, é um prédio icônico visto de praticamente qualquer ponto da cidade! Se estiver perdido e sem mapa, procure pelo Empire State Building!

Outra rua é a 5th Avenue. Nela estão as principais lojas de marca de Manhattan… Além de ser super agradável andar nas suas calçadas, essa rua é um ponto chave para chegar a vários lugares, como o Empire State ao sul, o Rockfeller Center ou o Central Park mais ao norte.

A Broadway também é uma rua legal para andar, já que possuí restaurantes e teatros por toda sua extensão. Uma vantagem é que você pode cortar alguns quarteirões indo por ela, já que essa rua não segue os padrões perpendiculares de todas as outras. O cruzamento da Broadway com a 7th Avenue forma um dos pontos mais conhecidos de NY e, provavelmente, do mundo todo: a Times Square! Como tenho bastante coisa para falar sobre ela, deixarei para outra postagem (clique aqui para ler)

Para terminar, algumas dicas aleatórias:

  • Evite comer em locais muito próximos de pontos turísticos (como Times Square ou Empire State). A comida pode até ser boa, mas será BEM cara! Prefira locais um pouco mais afastados das multidões, mesmo que os restaurantes localizados na Times Square, por exemplo, pareçam ser apetitosos!
  • A mesma regra vale para as lojas de roupas! Evite fazer compras em Manhattan, dê preferência aos Outlets que são bem mais em conta (clique aqui para ler a postagem sobre os Outlets)!
  • Leve sempre uma garrafinha de água na mochila! Passar o dia todo andando, no verão ou não, faz com que você perca muito líquido! Para evitar maiores problemas, beba bastante água!
  • Protetor solar SEMPRE! Mesmo no frio os raios solares podem ser fatais! No verão, passar uma tarde toda andando no sol pode ser muito perigoso sem protetor solar!
  • Use roupas leves no verão, mas sempre ande com um casaco! Como já disse em várias postagens anteriores aqui do blog, no verão andar nas ruas é uma tarefa difícil devido ao calor. Quando você entra em alguma loja ou algum restaurante, é claro que o ar condicionado vai estar ligado na menor temperatura possível. No início isso é ótimo, mas a longo prazo torna-se uma tortura, já que todo esse ar gelado faz com que você sinta frio!
  • Se você assim como eu sofre com a rinite, leve antialérgicos! Essa mudança de temperatura constante durante todo o dia entre o calor da cidade e o ar condicionado dos estabelecimentos não faz tão bem assim! Depois de alguns dias talvez sua rinite ataque…
  • Evite usar táxis! Os transportes públicos lá funcionam super bem, especialmente o metrô que faz com que você escape dos congestionamentos!

E isso é tudo por hoje! Com essas dicas, um espírito de viajante e boa disposição é possível aproveitar ao máximo tudo o que Manhattan pode oferecer de melhor! Espero que tenha gostado da postagem! Posts novos toda segunda-feira!

See you!!

 

Talvez você goste também de: