Outlets próximos a NY!

Hello!!

Na postagem de hoje falarei um pouco mais sobre três Outlets próximos a NY para quem quer aproveitar a viagem ou o intercâmbio para fazer algumas comprinhas!!

Eu visitei dois deles, o Woodbury Common Premium Outlets e o Palisades Center, esse último é na verdade um shopping com carinha de Outlet! O terceiro que falarei aqui eu não visitei, mas tive amigos que foram. Escreverei, então, a partir dos comentários dessas pessoas!

Woodbury Common Premium Outlets – Localizado a aproximadamente 45 minutos de Tarrytown e a 1 hora de Manhattan, todos trajetos para chegar até ele passam por um pedágio. Fui até ele de táxi com minhas roommates, partimos de Tarrytown. O valor para ir foi US$ 100,00 e o de volta foi US$ 75,00 (o valor se refere ao táxi, não importando quantas pessoas o utilizassem). Achei ambos os preços BEM salgados, entretanto já estávamos com o horário bem apertado quando saímos e tivemos que pegar um dos táxis que estavam na porta do campus. É claro que o taxista aproveitou da nossa inocência para enfiar a faca… Na volta tivemos que pedir um número para chamar o táxi para uma moça que também estava esperando um táxi! Nunca deixe de ter salvo no seu celular pelo menos um número para não ficar na mão!!

Chegando lá procuramos por algum local que nos oferecesse um mapa, já que o local é gigante e não fazíamos ideia por onde começar! Não me lembro bem ao certo onde foi que os encontramos, mas depois que entendemos a geometria do lugar ficou mais fácil de se localizar! A entrada possuí um gigante estacionamento com um círculo de lojas em volta. No lado oposto à entrada é onde estão todas as outras lojas distribuídas em caminhos “circulares”. No mapa abaixo dá para entender melhor!

WoodburyCommonPremiumOutlets

Gastamos um dia inteiro nesse Outlet, chegamos aproximadamente 10 da manhã e fomos sair mais ou menos 5 da tarde (cheias de sacolas!). Almoçamos por lá, existe uma enorme praça de alimentação com várias opções de restaurante; o único problema foi conseguir encontrar uma mesa para sentar já que o local estava lotado!

Em relação às lojas eu gostei bastante, a maior parte são lojas de marca com preços que realmente valem a pena mesmo com o dólar a 4 reais (sim, essa era a cotação com as taxas quando eu fui em julho/2015…)! Comprei várias blusinhas por um preço de aproximadamente US$ 15,00 cada uma, um moletom da GAP por US$ 15,00, um tênis Adidas por US$ 60,00 (daqueles modelos que eu pagaria uns RS 400,00 aqui no Brasil) e duas bolsas, uma da Kipling para mim por US$ 40,00 e uma da Michael Kors para minha mãe por US$ 56,00! Considero o saldo do dia bem positivo! Consegui pegar uns preços ótimos e várias promoções!

O local em si é uma gracinha! Agradável de andar e bem sinalizado. Só senti um pouco de falta de locais com sombra, o Outlet inteiro é a céu aberto… Fazia muito sol e muito calor quando eu fui, era praticamente impossível andar sem óculos escuros! Ressalto aqui que é super importante passar protetor solar sempre que for andar sob o sol, por mais fraco que ele seja!! Use sapatos confortáveis e roupas que não sejam tão difíceis de tirar, já que você irá passar o dia todo trocando de roupa.

(Para acessar o site do outlet, clique aqui).

Palisades Center – Localiza-se a aproximadamente 15 minutos de Tarrytown e a 50 minutos de Manhattan (rota com pedágio). Eu e mais dois amigos brasileiros pegamos um táxi na porta da EF por US$ 40,00 e para voltar fomos até o ponto de táxi do shopping e pagamos US$ 30,00 (os valores, novamente, referem-se ao táxi e não por pessoa). Existe também um ônibus que faz o trajeto Tarrytown-Palisades em aproximadamente 40 minutos; as pessoas que foram me disseram que é super tranquilo.

Como eu já citei no começo do post, o Palisades não é bem um outlet mas sim um shopping. A diferença é que ele é um shopping com várias das lojas que nós brasileiros apreciamos, como Forever 21, Victoria Secrets, Abercrombie & Fitch, Aeropostale, GAP, Macy’s… (Para ver a lista completa das lojas e ter acesso ao site, clique aqui).

Chegamos aproximadamente meio dia no local, almoçamos na praça de alimentação e partimos para as compras! Minha primeira parada foi a Forever 21, a segunda parada foi o segundo andar da Forever 21… A loja é tão grande que gastei a tarde toda praticamente escolhendo e provando roupas! Comecei escolhendo 5 regatinhas básicas (aquelas típicas da Forever), uma de cada cor; fiquei impressionada com os incríveis US$ 1,90 que paguei em cada uma! Fui colocando em uma sacola várias roupas, quase não conseguia mais olhar as roupas direito nas araras sem ficar esbarrando na minha própria sacola! Dos produtos que separei levei uma calça jeans por US$ 10,00 e uma saia por US$ 6,00, além das blusinhas! Quando achei que não dava pra segurar mais nada nas minhas mãos eu fui procurar o provador. Descobri que ficava no segundo andar, até aí tudo bem. Até que eu subi… E me deparei mais e mais roupas! Assim que cheguei na sessão infantil descobri mais uma infinidade de regatinhas básicas e peguei mais duas!

Como eu não aguentava mais olhar e nem segurar roupas, fui direto ao provador. Nunca tive na vida uma calça jeans que serviu tão bem! Sem ajustes na cintura, sem ajustes na barra; simplesmente foi feita para mim! Provei tudo, separei o que serviu e fui para o caixa. Chegando na fila para pagar me deparei com várias maquiagens e acabei incluindo na minha sacola uma base em pó!  O saldo nessa loja foi: 7 regatinhas, 1 saia, 1 calça jeans e uma base em pó por incríveis US$ 48,42! Considero essa como uma das melhores compras que já fiz na vida!

Saindo de lá fui até a Victoria Secrets e comprei vários cremes, tanto para mim como para levar de presente para algumas amigas. Estavam todos em promoção, paguei 1/3 do valor original de cada frasco!

A essa altura já eram mais de 5 da tarde e decidimos voltar para o campus.

*Tanto as compras no Outlet quanto as compras no Palisades são taxadas no valor final em aproximadamente 4,3% nas roupas e em 8,4% em acessórios (o que acaba sendo tudo o que não é roupa).*

Jersey Gardens – Localizado em New Jersey a aproximadamente 1 hora de Tarrytown (trajeto com pedágio) e a 30 minutos de Manhattan, esse outlet é talvez um dos mais procurados pelos turistas por não possuir acréscimo das taxas! Ou seja, o valor que está afixado na peça é o valor final, sem que se acrescente 4,3% no preço! Meus amigos brasileiros juntaram um grupo de 12 pessoas e contrataram uma van por US$ 300,00 . Assim que chegaram, os que eram maiores de 18 e apresentaram o passaporte ganharam um bloquinho com vouchers de desconto para quase todas as lojas!

No Jersey Gardens é possível encontrar quase todas as lojas que se tem também no Woodbury (clique aqui para ver a lista) e a maioria delas é muito barata, mais barata do que o normal; isso porque a maioria das peças são de coleções passadas (um verdadeiro Outlet). O espaço é bem grande, são vários andares e a estrutura é muito bem montada. Todos que foram disseram que valeu muito a pena!

Termino por aqui de falar sobre os Outlets! Espero que tenha gostado da postagem! Semana que vem colocarei a última postagem do blog, na tradicional segunda-feira… Infelizmente, os relatos estão chegando ao fim!

See you!!

 

Talvez você goste também de:

Anúncios

Como sobreviver em Manhattan – Tudo sobre a Big Apple!

Hello!!

No post de hoje darei algumas dicas de como sobreviver em Manhattan sendo um viajante de primeira viagem!

Antes de qualquer coisa, faça um estudo do local. Pegue um mapa de Manhattan e marque os pontos turísticos que deseja visitar e onde está localizado seu hotel (caso esteja hospedado na cidade). Tente entender como funcionam as numerações das ruas, o sistema de metrô e ônibus.

Uma ideia bem legal é baixar o aplicativo do Google Maps no seu celular e conectá-lo juntamente a uma conta do Google no seu computador; assim, você consegue marcar facilmente os pontos turísticos e visualizá-los no celular depois quando estiver viajando, além de ser possível simular trajetos! Isso me ajudou bastante, principalmente porque eu estava com um pacote de 3G no celular. Assim, eu conseguia acessar o mapa de qualquer lugar e decidir qual o próximo ponto turístico a ser visitado! (Clique aqui para ler a postagem sobre planejamento dos passeios!)

Entretanto, não confie totalmente no celular! No metrô, por exemplo, o sinal é baixo na maior parte dos trajetos, o que dificulta bastante o acesso à internet. É sempre bom carregar o mapa físico na mochila, como eu já havia citado no post sobre o Metrô de NY (clique aqui para ler).

Ok, aí você chega em Manhattan e está totalmente perdido. CALMA! É a sensação mais normal do mundo, principalmente se for num lugar em que você nunca esteve antes! Não tenha medo de parar no meio da rua, tirar o mapa da mochila ou consultar seu celular. Manhattan é um lugar super tranquilo, em momento algum vi pessoas queixando-se de roubo, pessoas correndo com mochilas na mão ou coisas assim mesmo quando estava em partes SUPER movimentadas da cidade, como Times Square ou Central Park; isso porque eu fui para lá em altíssima temporada e a cidade estava bem lotada! A NYPD (polícia de NY) possuí vários postos, como o da Times Square, e está circulando pelas ruas em qualquer lugar que você esteja de Manhattan. Além disso, os policiais da NYPD dão quaisquer informações que você precisar, já que é difícil perguntar alguma coisa aos novaiorquinos que estão sempre correndo!

Com New York sendo o “centro do mundo” e uma prévia visão brasileira de que a segurança não dá conta de lugares desse porte, temos a impressão de que NY é um local perigoso… Mas não! Diferentemente do Brasil,  Manhattan é super segura e o NYPD consegue lidar com o grande número de habitantes e turistas que circulam pela cidade. Claro que não é bom ficar marcando bobeira, evite andar com o celular e a máquina fotográfica nas mãos o tempo todo já que isso pode chamar a atenção (além de denunciar que você é claramente um turista).

Voltando um pouquinho, gostaria de falar um pouco mais sobre a divisão das ruas. Como já disse anteriormente, no começo é bem complicado entender a maneira como elas são divididas, mas depois de alguns dias torna-se algo super fácil!

1

Como é possível observar no mapa acima, a parte principal de Manhattan é totalmente regular. A não ser pela Broadway, praticamente todas as ruas seguem um padrão perpendicular. Quase todas as ruas são numeradas. As ruas horizontais crescem de baixo para cima e vão até o extremo norte da ilha. Já as verticais crescem da direita para a esquerda, porém a maioria delas possuí um nome… Mas não é errado chamar essas ruas pelo número, todos irão entender!

Algumas dessas ruas eu considero fundamentais como ponto de referência! A primeira é a 42 Street, é nela que se localiza a Grand Central Station; além do museu de cera Madame Tussauds, uma enorme estação de metrô que tem comunicação com a Times Square, a Carlo’s Bakery de Manhattan… E por aí vai! A partir dela é bem fácil de se localizar e saber para que lado ir tomando como referência o Empire State que, como você já deve saber, é um prédio icônico visto de praticamente qualquer ponto da cidade! Se estiver perdido e sem mapa, procure pelo Empire State Building!

Outra rua é a 5th Avenue. Nela estão as principais lojas de marca de Manhattan… Além de ser super agradável andar nas suas calçadas, essa rua é um ponto chave para chegar a vários lugares, como o Empire State ao sul, o Rockfeller Center ou o Central Park mais ao norte.

A Broadway também é uma rua legal para andar, já que possuí restaurantes e teatros por toda sua extensão. Uma vantagem é que você pode cortar alguns quarteirões indo por ela, já que essa rua não segue os padrões perpendiculares de todas as outras. O cruzamento da Broadway com a 7th Avenue forma um dos pontos mais conhecidos de NY e, provavelmente, do mundo todo: a Times Square! Como tenho bastante coisa para falar sobre ela, deixarei para outra postagem (clique aqui para ler)

Para terminar, algumas dicas aleatórias:

  • Evite comer em locais muito próximos de pontos turísticos (como Times Square ou Empire State). A comida pode até ser boa, mas será BEM cara! Prefira locais um pouco mais afastados das multidões, mesmo que os restaurantes localizados na Times Square, por exemplo, pareçam ser apetitosos!
  • A mesma regra vale para as lojas de roupas! Evite fazer compras em Manhattan, dê preferência aos Outlets que são bem mais em conta (clique aqui para ler a postagem sobre os Outlets)!
  • Leve sempre uma garrafinha de água na mochila! Passar o dia todo andando, no verão ou não, faz com que você perca muito líquido! Para evitar maiores problemas, beba bastante água!
  • Protetor solar SEMPRE! Mesmo no frio os raios solares podem ser fatais! No verão, passar uma tarde toda andando no sol pode ser muito perigoso sem protetor solar!
  • Use roupas leves no verão, mas sempre ande com um casaco! Como já disse em várias postagens anteriores aqui do blog, no verão andar nas ruas é uma tarefa difícil devido ao calor. Quando você entra em alguma loja ou algum restaurante, é claro que o ar condicionado vai estar ligado na menor temperatura possível. No início isso é ótimo, mas a longo prazo torna-se uma tortura, já que todo esse ar gelado faz com que você sinta frio!
  • Se você assim como eu sofre com a rinite, leve antialérgicos! Essa mudança de temperatura constante durante todo o dia entre o calor da cidade e o ar condicionado dos estabelecimentos não faz tão bem assim! Depois de alguns dias talvez sua rinite ataque…
  • Evite usar táxis! Os transportes públicos lá funcionam super bem, especialmente o metrô que faz com que você escape dos congestionamentos!

E isso é tudo por hoje! Com essas dicas, um espírito de viajante e boa disposição é possível aproveitar ao máximo tudo o que Manhattan pode oferecer de melhor! Espero que tenha gostado da postagem! Posts novos toda segunda-feira!

See you!!

 

Talvez você goste também de: